Plano de negócios: aprenda a criar o seu

Se você está pensando em abrir ou expandir sua empresa, é fundamental criar, antes, um plano de negócios. Trata-se de um documento com informações detalhadas a respeito do negócio. Por meio dele, você vai avaliar se a sua ideia é viável dos pontos de vista mercadológico, estratégico, operacional e financeiro. Para isso, será preciso realizar diversos estudos e levantar uma série de informações pertinentes. Isso quer dizer que, antes de colocar a “mão na massa”, você tem de:

  • Estudar a situação atual do nicho de mercado que irá atuar;
  • Descobrir as necessidades do seu cliente e como você pode oferecer soluções através do seu negócio;
  • Estudar a região e escolher o ponto de venda (será físico ou online?);
  • Estudar a concorrência, definir seu diferencial e a precificação;
  • Conhecer todos os custos que envolvem a abertura e manutenção da empresa;
  • Definir os objetivos do negócio e metas para alcançá-los;
  • Realizar projeções, dentre outras responsabilidades.

Ou seja, você vai planejar com antecedência, quais passos devem ser seguidos, antes mesmo de abrir a empresa. Assim, evitam-se erros e situações inesperadas, amenizando, de forma significativa, suas incertezas.

Percebeu a importância? Para que você possa criar um plano de negócios bem estruturado, selecionamos algumas dicas que, com certeza, serão de grande ajuda. Confira:

1 – Faça um sumário executivo do plano de negócios

O sumário executivo é um pequeno resumo do seu plano de negócios. Você deve sintetizar em uma única página quais são as características do novo empreendimento, missões e valores, diferenciais no mercado, pontos fortes e fracos, produtos e/ou serviços e quem são os potenciais clientes. Além de especificar informações financeiras e tributárias, a localização do negócio (caso tenha espaço físico) ou geolocalização virtual para atuação, caso seja um negócio online.

Existe a possibilidade de apresentar esse documento a possíveis sócios ou investidores. Portanto, ele precisa ser atrativo, simples, claro e objetivo.

2 – Estude o mercado para estruturar um bom plano de negócios

Para que suas estratégias sejam assertivas e eficazes, é preciso analisar a fundo o cenário mercadológico. Portanto, descubra quem são seus clientes, fornecedores e concorrentes diretos e indiretos; e analise informações sobre cada um deles. Entre elas:

  • Hábitos de consumo dos clientes;
  • Qualidade e valor dos produtos vendidos pelos fornecedores;
  • Características, precificação e estratégias de vendas dos concorrentes.

E, por fim, elenque quais são seus diferenciais em relação às outras empresas que atuam no mesmo nicho de mercado. Essa informação é de extrema importância para que você tenha, desde o início, estratégias inovadoras.

3 – Avalie a precificação

Não adianta ter uma idéia completamente inovadora, se você não souber precificar de forma adequada o seu produto ou serviço. Por isso, aconselhamos que, antes de definir um valor, você conheça a fundo o que está lançando no mercado. Ter consciência sobre a qualidade do produto/serviço e a média de preço tabelada pela concorrência irá ajudar muito nesse momento. Saiba também o quanto seu público está disposto a pagar por este tipo de serviço/ produto

4 – Pense na parte operacional

Como o seu produto será produzido ou como o serviço será oferecido? Descreva quais serão as tecnologias, equipamentos e materiais necessários, quantidade de funcionários e tempo gasto na produção.

Registre, também, o que será necessário para a reforma e mobília do espaço físico ou estruturação de um site.

5 – Faça um planejamento financeiro

Este é o momento de avaliar se o seu negócio é de fato viável. Para isso, você deve colocar na “ponta do lápis” todos os gastos. Entre eles, custos com: materiais, fornecedores, estoque, logística, impostos, consultoria e funcionários. Além de projetar o potencial de crescimento do negócio e a expectativa de faturamento. Para os dois últimos pontos, lembre-se de definir prazos para alcançar o objetivo.

Caso seus números sejam negativos e, ao analisá-los, você perceba que terá prejuízo e não lucro, repense suas estratégias ou até mesmo sua ideia.

6 – Revise todo o plano de negócios

Por fim, para garantir que tudo esteja em ordem, revise o seu plano de negócios. Tente encontrar falhas ou aperfeiçoar estratégias. Aconselhamos que você faça um teste antes de lançar seu produto. Veja como o público reage e esteja atento aos feedbacks. Isso pode ajudá-lo a melhorar sua ideia inicial e alcançar resultados mais positivos.

Percebeu como é importante fazer um plano de negócios bem estruturado? Se precisar de ajuda para montar o seu, conte com o auxílio dos nossos contadores especializados no assunto. Eles estão à sua disposição.

Até a próxima!

Compartilhe nas redes!

Plano de negócios: aprenda a criar o seu

    Precisando de ajuda ou quer falar com um especialista? Preencha os campos abaixo!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Rolar para o topo
    Recomendado só para você!
    Se você é empreendedor e quer, mais do que qualquer…
    shares