Descubra como funciona o cálculo do Lucro Real para que a sua empresa não tenha problemas financeiros.

Descubra Como Funciona O Cálculo Do Lucro Real Para Que A Sua Empresa Não Tenha Problemas Financeiros. Hs (1) - Contabilidade em Santo André - SP | HS Contábil

Como funciona o cálculo do Lucro Real?

Quando falamos em Regime tributário, estamos falando de algo fundamental para qualquer empresa, entender o que isso significa, bem como o tamanho de sua importância é um fato determinante na escolha mais adequada para cada tipo de empresa.

Hoje, no entanto, vamos explicar um pouco sobre o Lucro Real, bem como funciona o cálculo deste regime tributário.

Entendendo o Lucro Real

O Lucro Real, de modo geral, se trata de um regime tributário onde os impostos que devem ser pagos são calculados a partir do lucro líquido do período de apuração. O cálculo é feito considerando os valores a adicionar ou descontar, conforme as compensações permitidas por lei.

No entanto, antes mesmo de afirmar sobre a lucratividade real do regime, é necessário verificar o lucro líquido de cada período ou ano, conforme a legislação. Em outras palavras, para apurar o valor, a empresa precisa saber exatamente qual foi o lucro obtido para ser possível realizar a base de cálculo do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) bem como da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSSL). Assim sendo, conforme a apuração, os encargos podem aumentar bem como diminuir.

Como funciona o cálculo do Lucro Real?

Normalmente o Lucro Real é mais conhecido por ter um sistema de cálculo mais complexo, logo suas responsabilidades e margens de contribuição são maiores.

Faturamento 

Para contabilizar o Lucro Real, a primeira etapa é determinar o valor da receita total da organização em um determinado período. Em outras palavras, você precisa calcular a quantidade de dinheiro que a empresa recebe de suas atividades na venda de seus produtos ou serviços.

Despesas

A partir daí, devem ser deduzidos desse valor os gastos e despesas incorridas pela empresa para suas operações, como manutenção, salários de funcionários, compra de equipamentos, etc.

Resultado

Após toda essa matemática, o resultado obtido é o que corresponde ao que é o Lucro Real.

Se atente aos impostos do Lucro Real

É extremamente importante que para se calcular o Lucro Real é necessário conhecer os impostos que incidem sobre o regime, que de modo geral são:

PIS e Cofins

Tanto o PIS quanto o Cofins são encargos cumulativos, ou seja, a conta da soma dos valores de créditos menos os débitos é que mostrarão o saldo a ser pago.

IRPJ

Com relação ao IPRJ, existe uma alíquota de 15% para as empresas que apresentam um lucro mensal de até R$ 20 mil. No entanto, para os demais negócios que excedam esse valor, a alíquota corresponde a 15% sobre o lucro e mais 10% sobre o valor excedente.

CSLL

Com relação a CSLL, sua alíquota pode variar entre 9% a 12%.

Fonte: Jornal Contábil

Compartilhe nas redes!

Descubra como funciona o cálculo do Lucro Real para que a sua empresa não tenha problemas financeiros.

    Precisando de ajuda ou quer falar com um especialista? Preencha os campos abaixo!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Rolar para o topo
    Recomendado só para você!
    Indústria cresce em maio em 11 dos 15 locais pesquisados…
    shares
    Open chat