Contabilidade Para Não Contadores: As Informações Mais Relevantes

Hoje vamos ensinar um pouco de contabilidade para não contadores. Se você faz parte deste público, saiba que você precisa, sim, entender um pouco do assunto.

Em primeiro lugar, para entender e avaliar a qualidade do trabalho do contador. Em segundo lugar, para compreender as orientações do profissional de contabilidade. Além disso, você fica capacitado para tornar decisões que contribuam para o sucesso da empresa. Então, o objetivo é que ao final deste texto você seja capaz de dialogar com a contabilidade da empresa com mais clareza.

Começando pelo básico

Contabilidade pode ser definida como uma ciência que estuda métodos de cálculo e registro de movimentação financeira, as variações no conjunto de bens, direitos e obrigações. Portanto, quando se trata de uma empresa, o contador é uma peça fundamental. Não é nem uma opção, mas obrigação. Isso porque o profissional especialista em contabilidade tem o conhecimento atualizado sobre os tributos, encargos, obrigações e impostos que a pessoa jurídica contratante deve pagar.

Cabe, ainda, ao profissional garantir que todas as transações de uma empresa sejam feitas de forma legal. Além disso, a contabilidade tem como dever resumir os processos em forma de balanços, demonstrativos e relatórios. Esses dados servem de base para tomada de decisões importantes para a empresa.

Entrando em alguns termos

Até aqui, ok? O que acontece é que para facilitar a vida do contador, criou-se um vocabulário próprio. Não foi por mal! Às vezes até eles se confundem com tantas siglas e nomes. Separamos os principais!

  • Patrimônio: corresponde a tudo que uma pessoa física ou jurídica tem. Isso inclui bens, direitos e obrigações. Ou seja, o que ele possui e o que ele deve também.
  • Bens: qualquer coisa que pode ser convertida em dinheiro e possui valor econômico. Os bens são utilizados com alguma função dentro da empresa.
  • Direitos: recursos que a empresa vai receber, mas que ainda não fazem parte do inventário da companhia.
  • Obrigações: valores a serem pagos que fazem parte do passivo.
  • Ativo: os bens, direitos e valores a receber de uma entidade.
  • Passivo: uma obrigação da entidade, derivada de eventos já ocorridos. Ou seja, é o saldo das obrigações devidas.
  • Imposto: é a imposição de um encargo financeiro ou outra categoria de tributo sobre o contribuinte.
  • Encargo: são despesas do exercício que devem ser contabilizados e são dedutíveis do imposto de renda e do CSLL.
  • Tributo: representa um imposto cujo objetivo é dedicar parte da renda e patrimônio para a manutenção e desenvolvimento do Estado.
  • Balanço: é representado por um mapa ou gráfico em que se demonstra a situação econômica/financeira da empresa no período referente ao balanço. Este é um documento que avalia o valor da empresa. O balanço é composto pelo Ativo igual ao Passivo mais o Patrimônio Líquido.
  • Patrimônio líquido: representa o valor que os proprietários possuem aplicado. Estas contas têm saldos credores em Capital Social, Reservas de capital, Reservas de reavaliação, Reservas de lucros e Lucros/Prejuízos acumulados.

Contabilidade para não contadores, indo mais a fundo

Se você já tem alguns anos de mercado, viu pouca novidade até agora, certo? Nesta parte do texto, vamos te explicar como todos esses conceitos funcionam na prática. Assim, fica muito mais fácil entender contabilidade.

Balanço Patrimonial

Primeiro, quando se fala em contabilidade para não contadores, é interessante entender o que é o Balanço Patrimonial.

Trata-se do resultado de um levantamento de tudo que uma empresa possui. Isso inclui o dinheiro em caixa, contas a receber, entre outros. Além disso, considera-se aquilo que a empresa deve, como contas e obrigações. O objetivo é descobrir qual é a situação contábil, financeira e econômica no período em questão.

Demonstração de Resultado do Exercício (DRE)

Já a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) corresponde a um resumo das operações da empresa.

De forma mais clara, a DRE mostra se a companhia teve lucro ou prejuízo e há um detalhamento deste resultado. Neste documento, incluem-se a receita de vendas, impostos e custos fixos. Este é um documento que auxilia os gestores em suas tomadas de decisão. Isso porque ele oferece uma visão realista da empresa. A DRE pode ser elaborada anualmente, ou mensalmente para o controle interno.

Demonstração de Fluxo de Caixa

Diferentemente da DRE, a Demonstração de Fluxo de Caixa é um documento que demonstra com detalhes o resultado entre as entradas e saídas do caixa da empresa.

O que difere é que, neste caso, é considerado o dinheiro que efetivamente entrou. Para fazer um, você deve separar todas as entradas e saídas de dinheiro em caixa em categorias.

Essa divisão é feita da seguinte forma, as saídas são agrupadas entre pagamento de fornecedores, despesas administrativas e pagamentos de impostos, parcelas, dívidas e investimentos. As entradas vêm por meio de faturamento.

Após levantar esses números, você deve somar o valor de tudo que entra e subtrair o valor de tudo que sai. O resultado é o saldo total em relação ao período em questão.

Sobre o Capital de Giro

Este nome é bastante ouvido, mas você sabe do que se trata? O capital de giro é a quantia de dinheiro que uma empresa precisa para manter as operações funcionando. Este é um valor que deve ser monitorado permanentemente. O cálculo é feito a partir dos custos fixos da empresa por um período. Feito isso, você deve contabilizar as contas e valores a receber. Os pagamentos devem ser incluídos mensalmente.

Contabilidade para não contadores

É de extrema importância que os principais gestores da empresa tenham algum conhecimento básico de contabilidade.

Assim, o diálogo com os contadores é facilitado. Apresentamos alguns conceitos importantes para a gestão de uma empresa.

Contudo, é importante lembrar que em uma assessoria contábil bem feita, não há ruídos na comunicação. Se você sente que o seu contador está falando “grego” e não há esforço para o bom entendimento não é bom sinal – hora de reavaliar.

Compartilhe nas redes!

Contabilidade Para Não Contadores: As Informações Mais Relevantes

    Precisando de ajuda ou quer falar com um especialista? Preencha os campos abaixo!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Rolar para o topo
    Recomendado só para você!
    Abrir empresa farmacêutica é realmente tentador. Isso porque se trata da…
    shares